sábado, 24 de abril de 2010

MINHA NOVIDADE PRA VOCÊ

Aprendo desapego me apegando:
me iludindo, me afogando
me traindo, me matando.
E sem mais vou calejando,
caindo e levantando,
dançando a balada da paixão:

c
a
i
c
a
i
c
o
r
a
ç
ã
o
e
e
s
p
a
t
i
f
a
-
s
e
n
o

chão!

3 comentários:

Ricardo Dimas disse...

Moça-Mara,
Moça-Intensa
Intensamente vive...intensidade nunca para...
Moça-menina-muleca: quantas mulecagens de menina, a moçavive!
Então se apega
Então se aperreia
Então se afasta e vive
Vive e sente
Sente(não?) se desapega, então...e aí se apega a isso e vive...
Moça
Mara
Muleca
De tão intenso é seu coração, que haja coração pra tanta intenção!!

Paulo Muzio disse...

Muito bom. Morra de inveja, Arnaldo Antunes he he

Amos52 disse...

Foda!