sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

LEMBRANÇAS DO AUDAZ NAVEGANTE DE G. ROSA

"agora eu sei mais; o ovo só se parece, mesmo, é com o espeto."

"suas meninas-dos-olhos brincavam com bonecas"

"Zito, tubarão é desvairado, ou é explícito, ou demagogo?"

"Ciganinha lia um livro; para ler ela não precisava virar página".

"O Audaz Navegante, que foi descobrir os outros lugares valetudinário. Ele foi num navio, também, falcatruas. Foi de sozinho. Os lugares eram longe, e o mar. O Audaz Navegante estava com saudade, antes, da mãe dele, dos irmãos, do pai. Ele não chorava. Ele precisava respectivo de ir."

"Zito põe um moeda. Ciganinha, um grampo. Pele, um chicle. Brejeirinha – um cuspinho, é o seu estilo. "

"deu um pulo onipotente...Agarrou, de longe a moça, em seus braços...Então, pronto [...] Agora, acabou-se, mesmo: eu escrevi – "Fim".

“sonhava ir-se embora, teatral”

Um comentário:

Liuka disse...

Rsrsrsr... viagens de Mara.
Sim, Costurada para Dentro sou eu... Rsrsrs... Acho que não preciso explicar.
Abraço!